"Lute sempre pelos seus sonhos!"

Esta afirmativa fará sempre parte da minha vida, pois, acredito que os sonhos não envelhecem, nos fazem refletir, buscar caminhar,e, são sonhos até que se tornem realidade...de uma forma ou de outra!

domingo, 2 de maio de 2010

Projeto de trabalho da coordenação pedagógica

EMEF “Dr. Evangelista Rodrigues”

Coordenadora Pedagógica: Renata de Castro Camargo
Município: Cachoeira Paulista.
Clientela: Alunos do 1º ao 5ºAno, Classes Especiais e escola vinculada ( Escola do Campo)- EMEF “ Antonio Benedicto Hummel”
Ano: 2010


Projeto: Coordenando pedagogicamente a educação no dia a dia da escola

Justificativa

A EMEF “Dr. Evangelista Rodrigues”, é uma escola municipal, situada no centro do município de Cachoeira Paulista, recebe alunos de todos os bairros, provenientes de diferentes classes sociais e culturais.
Este projeto se justifica na necessidade de elaborar planos de ações que colaborem com a formação continuada dos educadores, estabeleça parcerias com a comunidade, exerça-se a gestão democrática e permita o sucesso no processo de ensinoaprendizagem dos educandos.

Objetivos

- Exercer uma gestão democrática;
- promover a formação continuada da equipe escolar;
- desenvolver a autoestima dos professores, funcionários e educandos;
- enriquecer o processo de ensinoaprendizagem;
- estabelecer parcerias com a comunidade e órgãos externos;
- conquistar o apoio da família;
- desenvolver nos educandos os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais;
- despertar o interesse, criatividade e autonomia dos educadores e educandos.

Conteúdos

_ Formação Continuada para a equipe escolar.
_ Análise dos semanários, cadernos , materiais dos alunos e visitas às salas.
_ Análise de relatórios, mapas de classes e outros documentos.
_ Uso de bilhetes, cartazes e cartões como estímulo à leitura, criatividade, desenvolvimento da autoestima.
_ Orientações Individuais à equipe de educadores.
_ Formação da equipe gestora.
_ Estabelecendo parcerias.
_ Formação continuada através do Blog e email.
_ Atividades da coordenação pedagógica com os educandos.
_ Equipe de Apoio à Educação Especial - EAEE.
_ Organização dos documentos pedagógicos.
_ Escola Ativa.



Metodologia

1-Formação continuada nos HTPCs :

As pautas dos HTPCS terão espaços para o “Cantinho das Informações”, com registros de novas leis publicadas, livros e outros materiais recebidos na escola, haverá a
“Agenda da Coordenação”, para que o professor tome ciência dos passos, compromissos da mesma, e também a “ Agenda da Escola”, para que a equipe possa se organizar e preparar para os eventos ocorridos ao longo do ano. Este espaço se justifica, pois, muitas são as atribuições, novidades e ações a serem desenvolvidas e necessita-se de um instrumento de registro. É também um documento da escola, comprovando que todas as informações foram repassadas aos interessados.
Haverá também a “troca de experiências”, em que os professores poderão trocar ideias, materiais, anseios, angústias e conquistas. Todos os projetos, eventos e ações da escola são decididos em conjunto com a equipe escolar.
A “Formação Continuada” será desenvolvida através de estudos de textos variados, materiais dos alunos, análise de relatórios e outros documentos, vídeos, palestras, oficinas e outros.

1.1-Lista de temas para a Formação Continuada:

Regimento Escolar do Município.
Trabalho com produção de textos.
O uso da sondagem como forma de orientar o processo de ensinoaprendizagem.
Programa Ler e Escrever.
Letramento.
Uso da Nova Ortografia.
Trabalho com resoluções de problemas.
Inteligências múltiplas.
Trabalho com desafios.
Uso de autódromo e outros recursos como avaliação da aprendizagem.
Instrumentos de avaliações.
Oficina de Tangram.
Oficina de Leitura.
Importância da saúde física e mental.
Saúde do professor.
Importância da inclusão.
Desenvolvimento de valores.
Leis educacionais.
Dificuldade de Aprendizagem.
Dinâmicas de grupos.
Jogos Pedagógicos.
Ensino da História, Geografia e Ciências de forma lúdica, contextualizada e atualizada.
A educação Física no contexto Escolar.
Importância do fazer artístico.
Recursos pedagógicos.
História e cultura indígena e afro-brasileira.
Educação Emocional.
Psicomotricidade.
Atualidades.



2- Análise dos semanários, cadernos , materiais dos alunos e visitas às salas.

Todas as segundas-feiras, os semanários dos professores são vistados, a partir deste são sugeridas atividades a serem desenvolvidas de acordo com a necessidade de cada classe.
Regularmente os cadernos, pasta de avaliações e outros materiais dos alunos são carimbados pela coordenação pedagógica na sala durante as aulas dos professores e os resultados das observações são registrados em pasta própria.


3- Análise de relatórios, mapas de classes e outros documentos.

A prática do registro do desenvolvimento do processo de ensinoaprendizagem é realizada através de relatórios (início, término do primeiro semestre, final do ano e outros casos solicitados), estes são comparados, analisados e servem como instrumento de tomada de atitudes da direção, coordenação e professores, permitem a intervenção nos casos de dificuldades de aprendizagem, necessidades de encaminhamentos à psicóloga, fonoaudióloga, neurologista, oftalmologista, conversa com a família e outros.
Os mapas das classes são analisados, observando-se o progresso ou não de cada aluno e as possíveis intervenções a serem realizadas. Este mapa é enviado à Diretoria Municipal de Educação que traça um perfil dos níveis das hipóteses de escrita de todo o município. A maioria das sondagens é realizada pela coordenação da escola, juntamente com os professores.
No caso de alunos dos primeiro ao terceiros anos e classes especiais são realizadas sondagens através da lista do campo semântico, além de sondagens de conhecimentos do alfabeto, idade, cores, números e noção de tempo. Os alunos dos quarto ao quinto anos são realizadas avaliações diagnósticas através da reescrita, interpretação oral e escrita de textos,resoluções de problemas e conhecimento das operações matemáticas.

4- Uso de bilhetes, cartazes e cartões como estímulo à leitura, criatividade, desenvolvimento da autoestima.

Através de bilhetes espalhados pela escola com desafios aos educandos, funcionários e professores, e consequente entrega de prêmios, pretende-se estimular a leitura e a percepção da importância de estar atento a tudo à nossa volta.
Cartazes e cartões de reconhecimento do trabalho dos funcionários, educadores e educandos serão espalhados pela escola, considerando a fundamental necessidade de valorização da pessoa e desenvolvimento da autoestima.

5- Orientações Individuais à equipe de educadores.

Nos horários vagos dos professores regulares (enquanto os alunos estão em aula de Educação Física, Arte ou outros), a coordenação pedagógica oferece orientações aos professores de acordo com a necessidade, através de sugestões de atividades, análise de semanários, atividades diagnósticas dos educandos e de relatórios e outros. É traçado um perfil da classe e das necessidades de cada aluno, os avanços, interesses, dificuldades e facilidades e possíveis ações da escola e da família.
São promovidos encontros entre professores de classes em comum ou com interesses e necessidades semelhantes para troca de experiências.
São elaborados CDs com atividades pedagógicas e fornecidos como subsídio para o trabalho dos professores.

6- Formação da equipe gestora.

A equipe gestora mantém um grupo de estudos entre direção e coordenação da escola e de outras instituições, para troca de experiências e formação continuada.
Regularmente há reuniões para elaboração de planos de ações, reconhecimento das realidades da escola, organização de eventos e outros.
A equipe também participará de seminários, oficinas, cursos , formação com as supervisoras da DEEL.

7- Estabelecendo parcerias.

A coordenação da escola estabelecerá parcerias com outras instituições de ensino do município que já atendem a clientela da escola, como o Lar de Assistência ao Menor( LAM), PROGEM e Casa do Amigo, afim de estender o atendimento, trocar experiências, desenvolver projetos educativos.
Estabelecerá parcerias com a Promoção Social, Conselho Tutelar, Postos de Saúde, Vigilância Sanitária, Secretaria de Cultura e outros a fim de oferecer atendimento a alunos e famílias, palestras, orientações, eventos etc.
Outras parcerias serão estabelecidas a fim de permitir enriquecer o processo de ensinoaprendizagem.

8- Formação continuada através do Blog e email.

A coordenação pedagógica possui um blog(http:// coordenadorarenata.blogspot.com) em que é utilizado também como um instrumento de formação continuada, através da postagem de mensagens, reflexões, momento de lazer e relaxamento, acesso a outros blogs e sites interessantes, entre outros.
O email é utilizado como veículo de troca de informações, atividades e formação continuada. Além de ser uma forma de economia de papel, tinta e um apoio ao meio ambiente.

9- Atividades da coordenação pedagógica com os educandos.

_ Desenvolvimento de simulados das provas externas, como Prova, Provinha Brasil e Saresp.
_ Realização de atividades diagnósticas.
_ Orientações individuais (pedagógica, afetiva, social e outras).
_Envolvimento em projetos da sala de aula, como troca de cartas, desenvolvimento de experiências científicas e outros.

10- Equipe de Apoio à Educação Especial - EAEE.

Este grupo da EAEE é formado pela direção, coordenação, psicóloga, professores das classes especiais e recursos da escola. Se reúnem de quinze em quinze dias para tratar do desenvolvimento dos alunos atendidos nestas classes e alunos inclusos.
O grupo oferece apoio aos professores das classes regulares do município que possuem alunos inclusos.
Desenvolve oficinas de inclusão e valores, e, é responsável pelo censo inclusivo das escolas municipais de Cachoeira Paulista.
Realiza ações de apoio à família, através de conversas, encaminhamentos a atendimento especializados e à projetos sociais.

11- Organização dos documentos pedagógicos.

Toda a documentação da escola, que formam o histórico pedagógico dos educandos são organizados em pastas específicas, o que permite o fácil acesso e análise dos mesmos.
Algumas destas pastas são:
_ Salas de Recursos.
_ Classes Especiais.
_ Mapas de Classes.
_ Projetos.
_ Relatórios.
_ Avaliações internas.
_ SARESP.
]_ Provinha Brasil.
_ Eventos Escolares.
_ Formação continuada.
_ Sugestões de Atividades.
_ Oficinas Pedagógicas.
_ Escola Ativa.

12-Projeto Chá em família

Projeto idealizado pelo setor de psicologia, em que direção, coordenação e psicóloga, reúnem os pais em momentos descontraídos, para orientações, reflexões, congratulações e outros.
São realizadas também orientações individuais aos alunos e pais que necessitam do apoio da escola.

13- Escola Ativa

A equipe gestora e professora da escola vinculada receberão formação ao longo do ano a respeito do Programa Escola Ativa, destinado às escolas do campo. As atividades propostas nestes encontros serão desenvolvidas na escola.
Além disso, a coordenação faz visitas à escola, analisando o processo de ensinoaprendizagem, e, todos os conteúdos mencionados neste projeto serão também desenvolvidos nesta escola.

Avaliação

A avaliação será realizada através de autoavaliação, observações constantes, registros,reflexões, relatórios e conversas com toda a equipe escolar e supervisão do município.

Cachoeira Paulista, 30 de março de 2010.

_________________________________

Renata de Castro Camargo
Coordenadora Pedagógica

2 comentários:

  1. Renata

    Parabéns pelo seu blog, pois ele está muito bem estruturado e recheado de excelentes informações sobre o seu desempenho profissional.
    Característica marcante sua é a busca pelo seu melhor, e conseguiu com louvor.
    Sucesso sempre em seu caminho, afinal você é merecedora.
    Beijos no coração

    Dayse (Colega de Psicopedagogia, lembra-se?)

    ResponderExcluir
  2. Prezada Professora,

    Faço a divulgação destes livros sobre Pedagogia na expectativa de que algum lhe possa interessar. Agradecia que fizesse a divulgação pelos seus contactos. MUITO OBRIGADO.

    - 50 Técnicas de Avaliação Formativa, José Lopes & Helena Silva, Lidel, Edições Técnicas, Lda, 2012
    http://www.fca.pt/lidel_index2.html
    - O Professor faz a Diferença. Na aprendizagem dos alunos. Na realização escolar dos alunos. No sucesso dos alunos. José Lopes & Helena Silva, Lidel, Edições Técnicas, Lda, 2010
    http://www.fca.pt/lidel_index2.html
    - A aprendizagem cooperativa na sala de aula. Um guia prático para o professor. José Lopes & Helena Silva, Lidel, Edições Técnicas, Lda, 2009
    http://www.fca.pt/lidel_index2.html

    - Métodos de aprendizagem cooperativa para o jardim-de-infância (Educação Infantil). Um guia prático com actividades para os Educadores de Infância e para os Pais. José Lopes & Helena Silva, Areal Editores, 2008.
    http://www.wook.pt/ficha/metodos-de-aprendizagem-cooperativa-para-o-jardim-de-infancia/a/id/1430210
    Podem ser adquiridos na Livraria Saraiva - http://www.livrariasaraiva.com.br; zambonibooks@terra.com.br; Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com.br
    Com os melhores cumprimentos,
    José Lopes jlopes@utad.pt
    Professor associado de psicologia da educação e da aprendizagem
    Departamento de Educação e Psicologia
    Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
    Vila Real
    PORTUGAL

    Helena Silva helsilva@utad.pt
    Professora associada de metodologia de ensino das ciências
    Departamento de Educação e Psicologia
    Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
    Vila Real
    PORTUGAL

    ResponderExcluir